segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Janela




















Janelas abertas,
Cortinas balançam,
E assim passa mais um dia.
Dia bonito,
Sorriso amarelo,
Caos interior,
Cabeça quente,
Coração partido,
Impaciente,
Mas ainda bate.
Esperanças de um dia melhor,
Futuro brilhante,
Felicidade sem fim!
Uma chuva, talvez.
Ás vezes refresca!
Ou piora o caos presente.

That's all folks!

5 comentários:

disse...

Passando para te desejar uma semana maravilhosa e aproveito para te avisar que atualizei o blog.Bjus

Luma Rosa disse...

Ah, Renata! Mesmo que no dia a dia aconteçam coisas ruim, está vivendo! E quem vive, pensando no futuro brilhante, com esperança e almejando a felicidade, certamente consegue! Criamos uma aura, um positivismo que nos guia, pode ter certeza!! Boa semana! Beijus,

caurosa disse...

Olá minha amiga Renata Macedo, as janelas da nossa alma, que elas estejam abertas para o futuro, o novo, o desafio, o amor...Lindo, lindo seu poema. Obrigado pelas gentis visitas ao meu blog.

Muita alegria, paz e inspiração,

Forte abraço

Caurosa

luluonthesky disse...

Final de ano é um sufoco.
Big Beijos e fica bem.

Lívia Ferreira disse...

as vezes a chuva só faz esquentar mais ainda