terça-feira, 29 de junho de 2010

Casamento! O meu? Claro que ... não!


Final de temporada no teatro = de volta à world wide web!


De uns anos para cá, amigas, conhecidas e colegas resolveram se casar. Uma enxurrada de casamentos! Algumas eram bem mais novas e outras tinham a mesma idade que a minha. Filhos? Sim, algumas já são mamães. Hoje chegou pelo correio mais um convite de casamento!

Sempre que algum amigo / conhecido / colega se casa ou tem filhos, inevitavelmente olho para meu umbigo e torno a pensar na minha vida pessoal e profissional. Fico muito feliz quando recebo tais notícias e fico muito feliz também quando sou convidada para estar presente em momentos tão especiais.

Meu sonho nunca foi casar e sim ter sucesso na minha vida profissional. Isso é fato! Egoísmo? Talvez seja erro de criação ou cabeça dura, não sei. Não é papo de mulher mal resolvida ou de mulher mal amada, pois definitivamente não faço parte de nenhuma dessas alternativas. Vivi relacionamentos que me entreguei de corpo e alma e fui muito feliz. Duraram o tempo que tinham que durar. Não foram muitos, foram poucos, bem poucos, mas longos, duradouros e intensos. Hoje estou com alguém muito importante, que amo e me traz paz. Não planejo e não tenho sonhos delirantes com o meu futuro amoroso, entrego nas mãos de Deus. Mas planejo a vida profissional, batalho muito por isso há muito tempo e espero que um dia eu alcance meus objetivos. Se meu atual companheiro estiver comigo, vai ser muito bom, mas se não estiver ... não posso fazer nada.

Aliás, por causa disso (vida profissional), não pude estar presente no casamento de uma grande amiga. Lembro perfeitamente do dia, estava em cartaz no SESC Tijuca. A peça começaria no mesmo horário do casamento dessa minha amiga. Pela primeira vez entrei em cena orando e pedindo para que a minha amiga fosse muito feliz naquele instante, pois eu estava muito feliz e realizada com a minha escolha também.

Enfim, o tempo passa ... a idade também! Acredito que várias coisas na vida tem o seu tempo. É preciso aproveitar as oportunidades que a vida nos oferece para sermos felizes. Sem esquecer de deixar de lado as cobranças familiares ... pois se dependesse da minha mãe ... eu já estava casada e dando netinhos à ela. Poxa, casar requer muito amor, planejamento, dinheiro para se sustentar / emprego e acima de tudo – VONTADE! E infelizmente, não tenho nada disso ... ops, exceto o lance do amor. Mas amor em uma cabana?! Ah, não é assim que funciona, não é mesmo?! E olha, que na semana passada eu fui em um casamento, cujo o buquê me foi presenteado! Viu, até o buquê me deram rsrsrs. Mas eu não tenho nada contra o casamento. Muito pelo contrário!

Claro que eu quero me casar, mas não é agora, não é amanhã ... apesar dos meus 29 anos. Eu quero ser feliz da minha maneira, não importa a idade que eu tenha. Quero dar felicidade aos meus “velhos”, quero que eles me vejam bem encaminhada na vida ... é com isso que me importo no momento. Não é vontade, é necessidade! Já acho que 29 anos já está tarde de mais. Eu já deveria ter algo bom para me sustentar. Mas tudo veio com a mudança de Pedagogia para Artes Dramáticas ... e só agora as coisas estão caminhando. A área da educação não foi muito lucrativa, digamos assim. Mas isso já é uma outra estória.

No mais? Quero muito, do fundo do coração que meus amigos sejam muito felizes! Muito mesmo. E se der, continuarei prestigiando meus queridos em seus casamentos, batizados de filhos, etc. E vamos que vamos!

“Fácil é falar de mim, difícil é ser eu!” rs.

That’s all folks!

9 comentários:

Daniel Savio disse...

Não adiantar querer algo que não estamos conectados, pois para que adiantar o casamento se ainda temos outros desenhos para realizar para nos tornamos perfeitos...

Fique com Deus, menina Renata.
Um abraço.

Isa disse...

É isso, Rê, cada um tem o seu caminho, suas escolhas, e ninguém tem nada a ver com isso. E você é, e sempre fui, muito bem amada :) Se cuida, amiga, bjs

Luma Rosa disse...

Ah, não importa o discurso! Quando você encontrar "a pessoa", seu discurso cairá todo por terra! (rs*) Beijus,

Luma Rosa disse...

Não aconselho ninguém a casar por pressão social, porque por mais que se diga que não existe mais isto, existe sim! Te cobram casar e depois te cobram filhos. O social controlando o social! E casar é mais que unir corpos ou mesmo amor! Amor sem afinidade nunca dará certo! Amor sozinho não existe! E acho que está corretíssima em se realizar como pessoa primeiro! Vai que o casamento não dá certo? Pelo menos não bateu murros na água! Bom fim de semana! Beijus,

C@urosa disse...

Olá querida amiga Renata, pois é, êta coisinha complicada esse tal de casamento. Já estou no terceiro e ainda não me causa algum conflito...vida que segue! Agradeço sempre suas gentis visitas em meu pequeno espaço, o dimenor.

forte abraço

C@urosa

Lulu on the Sky® disse...

Rê, cada um tem seu momento e tenho certeza q no momento certo o seu irá chegar, assim como o meu. Big Beijos

disse...

cada pessoa tem teu estilo de vida,é feliz a tua maneira.Eu sou louca para casar e ter filhos Rê,constituir uma familia ..Bjus

Meire disse...

Querida, me casei aso 45 anos, depois de ter me realizado todos os meus sonhos.
Voce esta pela estrada certa.
bjs

Meire

Micha Descontrolada disse...

boa sorte na carreira então..
não dá pra fazer tdo ao mesmo tempo mesmo, é complicado, ainda mais nessa sua área, q tem q correr mto atrás...mas pelo visto, vc tá no caminho certo
boa sorte.


/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................