sábado, 22 de agosto de 2009

"Sobre nós dois"



Lua Branca

E quando você entrou por aquela porta,
Meu coração quase saiu pela boca!
Abri as janelas,
Um frio na barriga ...
Eu até tremia!
Não queria acreditar que era você,
Mais uma vez: você!
Desconcentração,
Doença!
Roubando a cena,
Tirando o meu foco!
Era você: de novo!
Bonita,
Misteriosa,
Cega e teimosa,
Que partia o meu coração!

----------

Futuramente

Futuramente,
Não há como advinhar!
Se o futuro à Deus pertence,
A gente sente o presente a despertar!

Futuramente,
Inutilmente pensarmos no presente,
Sobre a nossa vida futuramente.
Ele não tardará!

Futuramente,
Desejamos celebrar,
Planos e sonhos,
Presentes vamos desembrulhar!

----------

That's all folks!

6 comentários:

emomesmo disse...

Lua branca tá cantando na minha vida.
Quando vc entrou pela porta, meu coração quase saiu pela boca. Acho que falei isso umas 500 vezes essa semana.

BEijossss

Cadinho RoCo disse...

Não há como ir ao futuro sem valorizar o presente. A propósito, o que na realidade existe é o presente, posto ser o futuro projeção.
Cadinho RoCo

luluonthesky disse...

Que lindos poemas.
Big Beijos

meus instantes e momentos disse...

gosto de voltar aqui.
Belo post.
maurizio

disse...

Vc escreve muito bem Renata.Atualizei o blog.Bjus

caurosa disse...

Minha cara amiga Renata Macedo, que belos poemas, simples e ao mesmo tempo profundos, gostosos de ler, parabéns.

Muita paz, harmonia e mais inspiração em sua vida,

forte abraço

Caurosa