domingo, 11 de abril de 2010

Insônia

Dia desses ouvi a seguinte frase: "Não trate com prioridade quem te trata como opção!"
Resume bem o dia.
Cansada, extremamente cansada! Cansada prá "#@*&##" !!!
Seguem palavras soltas, porque hoje nem a passiflora está dando jeito.
Sim, eu escrevo quando tenho insônia!



Insônia,
Velha amiga!
Companhia marcada por angústias.
A resposta?
Nítida, talvez.
Meus olhos não querem ver!
Penso na tua ausência,
A falta,
A solidão,
O descaso,
Preciso de zelo.
Penso em nós,
Penso no amanhã,
Penso,
Reviro minhas gavetas,
Meus pensamentos.
Preciso de foco,
Razão,
Egoísmo,
Decisão!
Hora de acordar!
Chega de esperar,
Não há mais nada,
Ninguém.
Existem caminhos,
Escolhas.
Estou pensando ...
Existe uma saída.
Existem promessas,
As suas promessas,
São apenas palavras!

That's all folks!

7 comentários:

luluonthesky disse...

Espero q vc consiga combater essa insônia. Tenha um ótimo domingo.
Big Beijos

C@urosa disse...

Olá minha querida Renata, que santa insônia, sem ela, não leríamos esse belo poema, pura inspiração noturna. Porém, eu acho que um soninho noturno, também é fundamental.Como diz o Nuno Cobra, " nós somos o que dormimos". Parabéns pelo belo poema.

Paz e harmonia em sua semana,

forte abraço

C@urosa

Leopoldo Barbato disse...

Rê,
dormir pra que? Como diria Simone de Beauvoir: "Viver sem tempos mortos".
Não vejo palavras soltas, leio emoções que saem do cerebelo e provocam uma cadeia de impulsos, até chegou aqui! (rs) Lindo, honesto, emocionante, e um monte de outras palavras que meu dicionário limitado não me permite (mas o "Creo" sabe). Falando em palavras... são apenas palvras... e ações são sempre perecíveis ao presente. Seria ótimo termos um albúm, ou melhor, um vídeobook (ta super in), com nossas melhores ações. Imagina: "- Está vendo? Eu sou um bom pai. Olha como brinco com as crianças!", ou "- Eu sou um bom ator, olha como ensaio bem!", ou ainda "- Sou humano sim! Aqui, eu ajudando um velhinho a atravessar a rua, eu sedendo o assento para a mulher grávida, eu deixando meu lanche da escola para um mendigo, olha, olha, até abraço as pessoas!!!". Mas não dá, né? As pequenas atitudes que mudam o mundo (universo de cada um) têm que ser feitas constantemente. Elas são perecíveis ao presente. E estamos sempre em outro tempo, no passado ou no futuro. E é por isso que eu não acredito em promessas. As promessas começam no futuro e acabam no passado. Prometemos que FAREMOS coisas, e acabamos frustrados por que não as FIZEMOS. Acredito em sonhos! Sonhos são etéreos, mutáveis, superhumanos. São maiores que o tempo, e todos os determinismos humanos. Sonhos dependem sempre de um referencial, por isso é relativo ao que queremos ver, nós determinamos. Sonhos nos guiam livremente, sem a rigidez da promessa (data, local, ação, etc), para FAZERMOS o presente. Sem medo, sem frustração, na medida do nosso trabalho.

Era um comentário Leopoldo. Por que não faz um blog para você também? (rs)
Poxa! É que me tocou mesmo...
Obrigado! Mais uma vez.

Mågø Mër£Îm disse...

Eu to como vc.. cansado pra isso ai mesmo..rs

Prioridade, opção... que dilema...

Enfim

beijo

disse...

Renata torço para que essa insônia acabe logo e vc volte a ter boas noite de sono ..Bjus

Daniel Savio disse...

Poesia bonita, mesmo que ela seja sobre algo ruim com a insonia (apesar de parece construtiva)...

Fique com Deus, menina Renata.
Um abraço.

REFLEXOLOGIA disse...

...INSÕNIA:
Sou terapeuta em REFLEXOLOGIA,
pelo I.O.R., 73 anos de idade com 40 anos dedicados ao estudo e pesquisa do comportamento humano. Tenho atendido vários clientes que sofrem de INSÔNIA
Recebendo as técnicas da REFLEXOLOGIA, o Paciente consegue obter ótimos resultados; que proporcionarão assim uma excelente melhora em sua qualidade de vida.
A REFLEXOLOGIA consiste em ativar pontos específicos nos pés, desbloqueando canais
de comunicação com o cérebro, para que este
possa agir, corrigindo assim o problema.
Não tem contra indicação para estes
casos e não usa medicamentos
Visite meu Site: www.djalma.com.br
São Paulo SP ( Metrô Santana) BRASIL. :.